segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Erigeron karvinskianus DC.

Nomes comuns: Vitadínia, Vitadínia-das-floristas, Margacinha

Faz seis meses desde que trouxe esta plantinha para o Jardim. Demorou também todo este tempo até que se descobrisse a sua espécie - os meus agradecimentos ao Nelio pela identificação. Foto de 10/08/2008:


Indicações de cultivo: É uma herbácea vivaz, persistente, de crescimento rápido e de aspecto muito delicado. As suas flores são brancas com tonalidades avermelhadas. A floração dura todo o ano mas fica mais reduzida no Inverno. Gosta de exposição total à luz solar mas também se dá na meia-sombra. É bastante resistente, aguentando bem a secura. A planta está classificada como invasiva, portanto é recomendável o seu cultivo de forma limitadora, em vasos, canteiros fechados, etc. As suas características vigorosas levam a que seja uma planta frequentemente usada para revestimento de muros, cobertura de solo e em jardins de pedras. A propagação faz-se por sementes ou divisão de tufos. 

Sinónimos botânicos: Erigeron mucronatus DC.

2 comentários:

Hazel disse...

Dama do Lago, como é que se propagam os fetos? Gostava muito de ter um, já tentei plantar, mas as estacas morrem sempre

Dama do Lago disse...

Hazel, os fetos não pegam de estaca. A melhor maneira de os propagar é por divisão - e não é todos! Muitos espalham-se por si mesmos, quando plantados no chão e, claro, também se propagam através dos esporos, mas isso é uma epopeia!