domingo, 17 de agosto de 2008

Aromática para identificar

Recebi dois galhos desta planta de uma senhora idosa que a usa para controlar os níveis de colesterol. Segundo me disse, bastam duas folhas para fazer um bule de chá e também se pode usar na comida. As folhas são grandes, cheirosas, espessas e muito peludas. Até agora recebi dois palpites para a sua identificação, nomeadamente Plectranthus amboinicus (Lour.) Spr. e Plectranthus barbatus Andrews. Em todo o caso, ainda é cedo para chegar a uma conclusão e agradeço toda e qualquer informação que a audiência puder dispensar. Foto de 15/08/2008:


Exemplares: Dois galhos postos em água no dia 13/08/2008.

Observações: Em 17/08/2008 começaram a despontar as primeiras raízes.

12 comentários:

ameixa seca disse...

Disseram que era loureiro? Não parece muito... mas eu também nao entendo nada :)

Hazel disse...

A mim parece-me a planta-do-incenso, será?
Também fiquei curiosa para saber, pois também descobri que o meu "castrol" também não anda bom, e sou sempre adepta dos tratamentos alternativos.

Dama do Lago disse...

Loureiro?? Eu não disse nada sobre loureiros...

Dama do Lago disse...

Hazel: "Planta-do-incenso" não me diz nada além da Boswellia carterii, vulgo olíbano.

ameixa seca disse...

Eu vi "Lour." pensei que era loureiro... fui pesquisar e é alguma espécie de hortelã não é? Pelas folhas parece :)

P.s.: Eu disse que não entendia nada disto eh eh

Dama do Lago disse...

Ah, esse Lour. é um dos botânicos que classificaram a espécie. Normalmente colocam-se as abreviaturas depois dos nomes de género e espécie. Por acaso nem sei o nome todo do fulano...

Miguel disse...

Daquilo que sei disto sei que não é loureiro de certeza, e quanto a planta-do-incenso a que julgo que se referem, não é com certeza, porque essa tem de facto folhas peludas mas muito pequenas e inclusivamente têm mais do que uma cor geralmente. Ando a tentar ver o que é, porque uma aromática desconhecida chama-me logo a atenção! =D

Miguel disse...

a mim de repente pareceu-me salvia-ananas mas talvez n seja. apesar da subjectividade, consegues descrever o cheiro?

Dama do Lago disse...

Descrever um cheiro é impossível, se bem que toda a gente tenta... e não serve de nada. Eu acho o cheiro adocicado mas já apareceu quem o achasse agressivo e parecido com o da arruda - claro que eu discordo, mas quanto a cheiros é mesmo assim. Só sei dizer que não cheira a nada que eu conheça.

Miguel disse...

pois, tb achei que n fosse fácil, mas eu costumo reconhecer tudo pelo cheiro, e talvez lá xegasse mas de facto a descrição não é um bommeio de o fzr =P. Parece q continua a pesquisa...

Lena disse...

Olá! Adoro seu blog e visito sempre. Sou brasileira, moro no Rio de Janiro e cultivo, de forma amadora, várias plantas. Esta me parece ser o que aqui chamamos de HORTELÃ-PIMENTA (Mentha piperita). Utilizo para temperar frango, mas tb tem outras aplicações. Um forte abraço!

Dama do Lago disse...

Oi Lena, bem vinda ao Jardim :)! Esta plantinha não é da família das Mentha. A Mentha piperita também cá mora e é bastante diferente, pode ver as imagens no link, na barra lateral do blog. Abraços :) *****