terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Crocus spp.

Nomes comuns: Crocus, Açafrão, Erva-Ruiva.

Os novos habitantes deste Jardim escondem-se debaixo da terra... Foto do dia do plantio:


Exemplares (vários): Mix de bolbos comprado no supermercado em 29/01/2008 e postos na terra no mesmo dia.

Descrição: O Crocus ou Açafrão é uma planta herbácea bolbosa de porte muito pequeno, com alturas entre os 10-25cm formando tufos. Existem mais de 80 espécies e centenas de híbridos e cultivares. As folhas são estreitas e lineares, de cor verde-claro e brilhante, com nervura central saliente e prateada. As flores de Crocus ou Açafrão são em forma de copo, hermafroditas, surgem num longo pedúnculo, são perfumadas e podem apresentar várias cores e tons intensos desde o amarelo, branco, azul, creme, rosa, com riscas, etc. Por vezes nascem primeiro as flores e só depois as pequenas folhas. Um bolbo pode produzir entre uma a cinco flores dependendo da variedade. Muito apreciada por anunciar a Primavera, alguns Crocus prolongam a estação até ao Outono, florindo em algumas regiões no Inverno. O açafrão, especiaria muito conhecida, provém do Crocus sativus. Para se obter 1kg de açafrão, são necessárias 150.000 flores, sendo retirado a partir de dos estigmas das mesmas.

Indicações de cultivo: Plantar no local definitivo, debaixo de arbustos, arvores, jardins rochosos, canteiros ou floreiras. Plantar os Crocus de floração primaveril no Outono a cerca de 8-10cm de profundidade e os de floração outonal ou invernal no final do Verão, á mesma profundidade. Prefere Sol ou meia-sombra e solos arenosos, pouco ricos e com boa drenagem. A rega deverá ser moderada. É uma planta rústica, resistente a geadas mas não tolera geadas fortes. Prefere o clima fresco. Aplicar, caso necessário, um pouco de adubo orgânico no solo antes da plantação. Relativamente a pragas e doenças, é sensível a alguns fungos e podridões.

Multiplicação: Por divisão dos bolbinhos que se formam em redor do bolbo principal. Esta operação só deve ser feita após as folhas murcharem por completo.

Armazenamento: Os bolbos podem ser retirados do solo no fim da estação, e guardados em turfa seca num local fresco e seco até à plantação.

4 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

São lindos, pena é durarem pouco tempo. Há anos pus alguns na terra, floriram nesse ano e alguns no seguinte, mas nunca os guardei e acabaram por desaparecer. Suspeito que os culpados foram os ratos!

Dama do Lago disse...

Que pena os teus terem durado tão pouco! Espero que estes tenham mais sorte, pelo menos não há o risco dos ratos.

miguel disse...

Vale a pena mesmo que seja efémero, sabem que há um crocus especial que dá os estames que são o verdadeiro açafrão? Fantástico recolher acafão fresco em casa e fazer um belo caril ou um belo arroz indiano.

vania disse...

bom dia, pois é eu tenho lá em casa essas flores mas nao sabia nada sobre elas. axeias mt simpáticas e bonitas.
parabens pelo blog, e agradecida pela informação.