sábado, 13 de setembro de 2008

Maranta leuconeura E. Morren var. erythroneura G. S. Bunting

Nomes comuns: Maranta, Maranta-bigode-de-gato, Barriga-de-sapo

Foto de 13/09/2008:


Exemplar: Encontrada no lixo e trazida para o Jardim em 09/09/2008.

Indicações de cultivo: É uma planta de 15 a 20 cm de altura, originária do Brasil e indicada para cultivo em interiores. Apresenta folhas muito vistosas que se fecham ao anoitecer. Gosta de viver na sombra ou luz filtrada, não suportando a luz solar directa. Necessita de temperaturas acima dos 15º C, bem como de elevados graus de humidade. Deve ser borrifada frequentemente com um pulverizador manual. Propaga-se por divisão.

6 comentários:

Hazel disse...

Que linda planta!!
Uma destas ainda eu não achei!
É o que eu digo, a Dama do Lago anda aqui pelas minhas bandas e depois não sobra nada para mim, pois.... ;-)

Dama do Lago disse...

Pois... e que bandas são essas?? Se calhar somos viznhas e nem sonhamos.

Hazel disse...

Carcavelos?

Dama do Lago disse...

Agualva (Cacém) :)! Até nem é longe!!!

Jardineira aprendiz disse...

Olha, não leves a mal, mas recolher plantas na rua tem destas coisas... é que às vezes vem bicheza. Às vezes as pessoas deitam fora porque está infestado. Se fosse num jardim provavelmente não teria problema nenhum.
(Isto a propósito dos teus problemas com pragas) O que não quer dizer que não se adoptem plantas! Têm é que se verificar se tem pragas.

Sabes que já me aconteceu deitar plantas para o lixo (monte de composto cá de casa) e elas ficarem boas?! Tenho quase a certeza que é porque num monte de composto há muita diversidade biológica. Claro que elas só recuperam se não estiver tempo quente e seco.

Bem, e esta tem muito bom aspecto, uma cor linda!

Dama do Lago disse...

Jardineira: Claro que não levo a mal!! Tenho muita consciência disso e é a primeira coisa que faço quando pego numa planta abandonada: inspeccionar bem, a ver se não há "inquilinos". E isto não se aplica só às plantas encontradas, também já vi muita planta doente e/ou infestada em lojas e viveiros. Quanto às plantas a recuperarem no monte de composto, faz todo o sentido. Puxa... até uma estrumeira conseque ser mais funcional que a minha varanda :(... maldito cimento.