quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Hoya compacta C. M. Burton

Nome comum: Flor-de-cera

Foto de 23/09/2008:


Exemplar: Planta envasada, comprada num viveiro e trazida para o Jardim em 23/09/2008.

Indicações de cultivo: Prefere um local bem iluminado mas sem receber sol directo. O ideal é a meia-sombra ou luz filtrada. Dá-se bem em vasos, especialmente em vasos suspensos, sendo uma boa planta de interior. As folhas são sempre-verdes, suculentas, contorcidas e, no caso deste exemplar, variegadas. A rega deve ser feita com algum cuidado, mantendo o substrato sempre húmido mas nunca encharcado, pois a planta é bastante sensível ao excesso de água. O solo deve ter boa drenagem. Propaga-se por estacaria de rebentos herbáceos ou lenhosos, bem como por sementes. É de crescimento lento e, quando jovem, tarda alguns anos até começar a produzir as primeiras flores.

4 comentários:

Miguel disse...

Ah estas são as tais que nem parecem reais! Sempre acabaste aquela lista das Hoyas q uma vez me mostraste?

Dama do Lago disse...

Se já acabei???? Loooollll!!! Achas? Isto é para ir fazendo. Infelizmente não me posso dedicar ao estudo a tempo inteiro. São muitas espécies e só tenho a internet para consulta - é como fazer uma manta de retalhos e o tecido nem chega.

Patecas disse...

ok, agora compreendo porque é que a minha lhe deu uma coisita má logo que chegou a Portugal (comprei-a na Dinamarca)a minha mãe regou-a demais. Há um ano e meio que a tenho e ainda não cresceu nada, tenho que ser paciente, certo?

Obrigada pelo blog, para quem gosta de plantas é uma reliquia ;)

Dama do Lago disse...

Olá Patecas, bem vinda ao meu Jardim :)! Realmente as Hoya levam o seu tempo, o melhor é não desesperar, mas quando aparecerem as primeiras florzinhas vai ter valido a pena ;)!