terça-feira, 2 de dezembro de 2008

São às paletes!!!

E não é em sentido figurado...

Eis mais oito desgraçadas que foram declaradas "imprestáveis para venda ao público" e condenadas ao lixo:


A saber:

3 Saintpaulia ionantha
2 Dieffenbachia maculata
1 Asplenium nidus
1 Portulaca (P. umbraticola? P. scandens?)
1 Dracaena sanderiana

Já não sei onde colocar mais plantas...

10 comentários:

Mar.garida disse...

Realmente, essas plantinhas não merecem o lixo como destino :(
O problema mesmo deve ser a falta de espaço. Ainda vais ter de fazer como os albergues de animais, em que procuram novos lares para eles.

Hazel disse...

Também não compreendo a frieza de tantas pessoas que nem pensam que as plantas são seres vivos e não merecem ser deitadas fora.

Dama do Lago disse...

Margarida: Sim , tenho pensado nisso. Daqui a algum tempo irei fazer uma lista com todas as plantinhas que precisam de novos donos.

Hazel: Pois é Hazel, mas há quem ganhe dinheiro com venda de plantas e não se podem dar "ao luxo" de recuperar as que estão "imprestáveis". O belo do cifrão berra sempre mais alto...

ameixa seca disse...

Tu é que lucras e as plantas são salvas :)

celia disse...

Olá parabésn pelo seu blog, há algum tempo que o leio mas nunca comentei, no entanto esta vez tenho que lhe perguntar como é que consegue essaas plantas? Eu acabei de me mudar para uma casa novo com um jardim enorme e ainda está vazio pq as plantas são caras. Nõa me importava nada de lhes daar uma vida nova cá em casa:)
Obrigada,

Dama do Lago disse...

Ameixa: No meu caso não se pode falar de grande "lucro" já que nem tenho um jardim de verdade. Tenho cada vez mais dificuldade em arranjar espaço para elas e, obviamente, também não as vendo.

Celia: Bem vinda ao meu Jardim :)! Eu trabalho numa loja que vende plantas e que, por sinal, se situa mesmo ao lado de um grande viveiro. Tanto na loja como no viveiro deitam-se vasos para o lixo, porque já não estão "comercialmente aceitáveis". São essas que eu salvo, sempre que as apanho antes do camião passar. De resto, também encontro muitas perto dos latões, por todo o lado onde passo - parece que tenho um radar para esse efeito! Se tem espaço para plantinhas, terei todo o gosto em dar-lhe algumas - terá é de as vir buscar e comprometer-se a não as deitar fora enquanto estiverem vivas. Se estiver interessada mande-me um e-mail.

Celia disse...

Olá dama do lago, gostaria muito de lhe mandar um email, mas infelizmente não tenho o seu endereço. Pode por favor mandarme um a mim para celia_cerdeira@hotmail.com
Muito obrigada,

Jardineira aprendiz disse...

Um dia ainda te faço uma confissão terrível ;)

Dama do Lago disse...

Confissão?

Florzinha disse...

Parabéns pelo trabalho. Amo plantas e a recuperação delas é algo que só mãos de aura abençoada conseguem.Também tenho um Blogger de poesias e gostaria muito que vc o visitasse. Trabalho lindo, suave e de muito amor esse seu. Bjus! Edna Fialho. Esse é o meu endereço, caso queira conferir
http://wwwednafialho-florzinha.blogspot.com/