quarta-feira, 16 de julho de 2008

Mirabilis jalapa em flor

Pela primeira vez vou ver as flores destas plantinhas. Se bem me recordo, coloquei na terra sementes provenientes de diferentes arbustos, com flores de variadas cores. Entretanto, já sabemos que uma é cor-de-rosa... Fotos de 14/07/2008:


Aqui uma imagem do geral:

6 comentários:

Cris Bolbosa disse...

Bem bonita.
Eu tenho duas na rua, ao portão, uma de cada lado. Tirei duas ou tres pedras da calçada, fiz um buraquinho e semeei-as lá. Nem imaginas como crescem naquele espaço reduzidissimo. A mais velha tem par aí um metro de altura.
Gostava de falar contigo, se quiseres podes me dar o teu email (para o meu blog), que eu depois apago de seguida.
Bjca

Rose disse...

Olá, minha querida, voltei e estou muito feliz.
Espero compensar o tempo perdido.
Um grande beijo.

Dama do Lago disse...

Cris: as Mirabilis realmente são vigorosas... há até quem diga que são uma bela praga!

Rose: é muito bom "ver-te" de novo :)! ***

Jardineira aprendiz disse...

Pois, também são originárias da América do Sul... são um pouco invasoras também (embora não estejam classificadas como tal no decreto lei que regulamenta as plantas invasoras, mas elas também não precisam disso!) Mas não são tão pestinhas como a anterior, embora facilmente lhe percamos o controlo. E as flores são giras, muitas vezes há variações na mesma planta.

Dama do Lago disse...

Sim :) Se a sementeira me correu bem, devo ter flores de três cores diferentes. Lembro-me que o meu pai chegou a ter esta planta lá no quintal e que ela invadiu tudo, por causa das muitas sementes que largava e por causa das raízes fortes que tornavam sempre a rebentar, mesmo que se cortasse tudo rente.

sweet disse...

A minha mãe diz que são uma praga... mas eu quando me casei e fui para a minha casa fiz questão de levar sementes desta "praga" e então tenho flores ros como estas e tenho outras com as flores matizada de rosa e amarelo...

Escusado será dizer que já dei sementes a muitos amigos... até porque elas dão imensas sementes todos os anos...