quarta-feira, 18 de junho de 2008

Pelos baldios da Agualva - Parte II

Já ando há algum tempo para publicar mais algumas imagens da flora local mas o tempo tem sido escasso. Agora os campos já estão a ficar mais acastanhados. Estas ainda são de Maio.

Uma espécie de Lavandula que eu gostaria de identificar:


Florzinhas amarelas, também sem nome:


Cistus salvifolius:


Algumas bagas interessantes:


Plantinhas bolbosas na zona mais fresca da mata... Estou certa de que andam gnomos por aqui:

16 comentários:

Hazel disse...

Olá!
Já estava com saudades dos seus posts. Todos os dias venho aqui e nada!
Gostei muito das fotos. Decerto que por ali andariam gnomos... e uma dama do lago também!

ameixa seca disse...

A lavandula é mesmo bonita. As bagas estava capaz de as comer... se calhar no fim "batia a bota" ;)

Cris Bolbosa disse...

Querida Dama do Lago, ganhei coragem e voltei.
Afinal, nao posso deixar os meus amigos assim à toa, sem saberem de mim, nao é? Confesso, pronto, eu é que preciso muito de voces, muito, muito...
Essa bolbosa parece ser uma Urginea maritima, comummente chamada cebola albarra (nao consigo por os "tils").
Bjcas
Cris

Dama do Lago disse...

Hazel: Tenho pena de não ter podido actualizar mais vezes o Jardim mas com a máquina fotográfica avariada anda complicado manter o ritmo...

Ameixa: Comer bagas "interessantes", sem saber o que são, não é nada boa ideia! A floresta consegue produzir coisinhas muuuuuuuuito tóxicas.

Cris: Que alegria ver-te por aqui :)! Já me estava a preparar para ir outra vez ao teu blog perguntar "como é?" ;)! Em relação à plantinha, obrigada pela dica! Infelizmente não voltei à mata a tempo de ver se ela dava flor. No próximo ano talvez consiga apanhar o momento...

(Agora vê lá se não desapareces outra vez ;)! a malta sente a tua falta!)

Crix disse...

olá dama: é destes passeios que eu gosto,:)) reconheço que sou uma má companhia pois páro a cada meio metro para tentar reconhecer as plantinhas e ninguem tem paciência para me aturar ;)rs
Aqui, a Lavandula parece-me a stoechas (o vulgar rosmaninho) e as baguinhas são da Smilax aspera (Salsa-parrilha) e acho que não fazem mal a ninguem...;)

Bom fim de semana

Jardineira aprendiz disse...

Bem, eu tenho o mesmo problema da Crix, ninguém tem paciência para aturar uma maluca que a cada passo quer parar para fotografar plantas e bichos! Pena estarmos tão longe umas das outras, poderíamos organizar safaris botânicos conjuntos!

A Lavandula pertence realmente ao grupo stoechas, mas eu perco-me um pouco na identificação (se quiseres dá uma espreitadela aqui: http://www.thelavenders.org/ em classification)

As amarelas parecem Taraxacum, talvez um pouco estiolados pela falta de luz.

E na última... ia jurar que vi um duende a esconder-se por trás da foto ;)

clau disse...

Ola!
Sabe, no ano passado tive a paciencia de encontrar quase todas as ervas medicinais que constam em um livro que eu tenho, coloncado-as no meio das folhas respectivas.
Mas depois, o livro ficou tanto, mas tanto "gordo" que acabei jogando tudo fora mm!O livro nao, obvio!!
Pecado foi nao ter fotografado e feito tipo um diario daquilo tudo...
Mas, fazer o que...!
Bjs!

Nelio disse...

Essa �ltima imagem at� parece as folhas de uma orqu�dea (Cymbidium)perdida entra as outras ervas....eu tamb�m ando por vezes admirando ervas e h� umas que d�o flores que apetece cultivar pois tamta � a sua beleza....

Dama do Lago disse...

Crix: Tás enganada, há muito boa gente com essa mania de parar a cada meio metro - eu, por exemplo!! E quando elas crescem juntinhas? Nem a meio metro chega! Looooll!!

Jardineira: Esses safaris é que me iam saber que nem ginjas! Estou como a Crix e como tu - eu sou sempre a "pessoa estranha" que fica para trás no meio do mato, de nariz posto numa erva minúscula qualquer... o pessoal perde-se de mim a meio do passeio e eu acabo sempre por andar sozinha, mesmo quando vou com amigos.

Obrigada às duas pelas identificações ;)!

Clau: Isso é que foi pena, tanta informação para o lixo! Na próxima já vais pensar duas vezes antes de mandar fora ;) há sempre maneira de dar a volta à situação, podias ter fotografado, ou descrito, ou desenhado, ou posto dentro de capas plásticas e numa pasta àparte...

Nelio: É bem verdade, os campos estão cheios de plantinhas maravilhosas! Às vezes não resisto e lá vem mais uma estacazinha, a ver se pega ;)...

Jardineira aprendiz disse...

Mas olha, acho que te enganei na identificação da amarelinha. Ontem passei por uma igual e percebi a estupidez que tinha escrito - nenhum Taraxacum fica assim tão estiolado! Talvez seja esta: Hypochoeris radicata

De qualquer forma não é definitivamente o Taraxacum officinalis!

Miguel disse...

Estive aqui a ver os comentarios e tenho precisamente o mesmo problema! O de ficar a olhar para tudo o quanto é planta a ver e a cheirar e etc...Pois as vezes os meus amigos ja olham para mim com aquele ar de: "Vá lá, anda lá"...Lool, enfim...como vos compreendo, e como me sinto cmpreendido com estes nossos estranhos interesses de querer plantar tudo e de querer conhecer tudo =P

Dama do Lago disse...

Jardineira: Por acaso estava a desconfiar do Taraxacum - esse conheço bem, pelo menos aquele "normal"... mas podia ser que houvesse um "anormal", sabe-se lá! Looolll!!!

Miguel: Temos mas é de formar um clube! Ahhh... já imagino os safaris maravilhosos que podíamos fazer sem empatar os muggles...

Miguel disse...

A ideia do clube e do safari parece-me bem, um dia destes formamos todos uma sociedade secreta ou algo assim XD ahaha (Ah já agora, como estou de férias fiz uma série de novos posts sobre o meu "cantinho das ervas" depois passem lá e digam qualquer coisa pessoal)

Cris Bolbosa disse...

Olá, por onde andas? Meio sumida, nao? Aparece moça, que sentimos a tua falta;)
A Urginea nao dá flor agora. Primeiro secam as folhas por completo, e depois, lá para o fim do VErao, aparecem umas espigas cheias de flores. Sao lindas de ver, a brotarem da terra seca. No Outono, voltam a aparecer as folhas.
Jcas
CRis

Cris Bolbosa disse...

Ah, e quando formarem esse club de safari, lembrem-se de mim, pois eu tb sou assim, ninguem me aguenta quando vou ao campo ver as flores!

ameixa seca disse...

Dama, já foste de férias? Diz qualquer coisinha. Não desapareces agora com o calor ;)